Conversa Fiada

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Carta Aberta ao Carocito...


Filho(a)

Espero que venhas com saude e perfeitinho, e ficas já avisado que com tantas destas pessoas amigas de certeza que quando abrires os olhos para o mundo, nunca mais te sentirás sozinho como estás agora dentro da barriguinha da mãe, bem, sozinho não estás, até porque com os miminhos do pai, com festinhas suaves no "bucho" da mãe, e com os beijinhos da mana que sempre que nos reencontramos, faz questão de te dar beijitos na barriguita que teima em não crescer, não te deves sentir sozinho.

Já agora aproveito para agradecer a todos os que nos querem bem, principalmente ao nosso rebentinho, e que fiquem cientes que as vossas acções estão e estarão para sempre nos nossos corações.

Muito obrigado, bem vou parar que a tua mãe está aqui a olhar para mim, e eu estou quase a verter alguma coisa, e como diz o VôVô Lima, macho que é macho não chora, pelo menos em publico.

Um abração a todos, bem um abraço para os homens e um beijito para as mulheres, fui...

Sem comentários:

Enviar um comentário