Conversa Fiada

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Modo de Vida


Australiano com sangue raro já salvou 2,2 milhões de bebês!!


O australiano James Harrison, dono de um tipo sanguíneo raro, já salvou a vida de 2,2 milhões de recém-nascidos, incluindo a do próprio neto.


Seu plasma sanguíneo é usado na criação de uma vacina aplicada em mães para evitar que seus bebês sofram da doença de Rhesus, também conhecida como doença hemolítica ou eritroblastose fetal.
A doença causa incompatibilidade entre o feto e a mãe. A doença acontece quando o sangue da mãe é Rh- e, o do bebê é Rh+. Após uma primeira gravidez nestas condições ou após ter recebido uma transfusão contendo sangue Rh+, a mãe cria anticorpos que passam a atacar o sangue do bebê.
O sangue de Harrison, de 74 anos, no entanto, é capaz de tratar essa condição mesmo depois do nascimento da criança, prevenindo a doença.
Após as primeiras doações à Cruz Vermelha australiana, descobriu-se a qualidade especial do sangue de Harrison. Foi quando ele ganhou o apelido de “o homem com o braço de ouro”.
“Nunca pensei em parar de doar”, disse Harrison à mídia local. Em mais de uma década, ele fez 984 doações de sangue e deve chegar a de número mil ainda nesse ano.
Harrison se tornou voluntário de pesquisas e testes que resultaram no desenvolvimento de uma vacina conhecida como Anti-D, que previne a formação de anticorpos contra eritrócitos Rh-positivos em pessoas Rh-negativas.
Antes da vacina Anti-D, Rhesus era a causa de morte e de danos cerebrais de milhares de recém-nascidos na Austrália.
Aos 14 anos de idade, Harrison teve de passar por uma cirurgia no peito e precisou de quase 14 litros de sangue para sobreviver. A experiência foi o que o levou, ao completar 18 anos de idade, a passar a doar com constância o próprio sangue.
Seu sangue foi considerado tão especial que o australiano recebeu um seguro de vida no valor de um milhão de dólares australianos, o equivalente a R$ 1,8 milhão.
Texto retirado do site G1.

Eu arrepio todas as vezes que leio esta notícia.
Quando eu estudei sobre a eritroblastose fetal na faculdade fiquei muito triste pois a criança e a mãe sofrem muito, além do tratamento ser super doloroso.
  
Porém vendo esta matéria fiquei muito feliz!
Quantas famílias esse senhor não salvou? Ele não salvou só essas crianças, mas deu esperança e alívio para os pais, tios, avós e todos os outros parentes desses bebês.

Linda atitude!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Mais um Fim de Semana

Mais um Fim de Semana passado...

Andamos a limpar o Sotão, ufa... Já andavamos há muito tempo a pensar arrumar o sotão e foi desta, os rocks tb vieram ajudar claro... Isto no Domingo.

No sabado fomos almoçar com os meus Pais, como é habito e depois fomos a Silgueiros..... fazer o quê? Perguntam vocês, e perguntam bem... Fomos comprar cuecas..tcharam...

Fomos não a Mãe e a Avó foram comprar Cuecas para a Mãe... Credo...

A Kika ficou connosco a fim de semana todo... bem bom...

Fui...

P.S. E o Benfica lá ganhou outra vez, deve ser o Apito Encarnado como o diz o Outro... há sapos dificeis de engolir, "chega-lhe azeite"...

terça-feira, 6 de abril de 2010

Cá estou eu outra vez...

Pois é cá estou eu outra vez para vos dizer que fui ao médico e que está tudo bem...   vi o meu rebentinho a chuchar no dedo e até a "Rezar" além disso está sempre a mexer. Ah e o pai veio todo orgulhoso pois parece que vai ser um rapaz mas ainda não temos certeza agora só dia 19 de Maio vamos ter a certeza. A mana que foi comnosco veio toda feliz também porque queria um rapaz vamos ver se eles não têm uma desilusão, eu ainda tenho esperança...
Por agora é tudo....