Conversa Fiada

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Roupinha

Hoje foi lavada a roupa do Bruno mas ainda não está toda já enchi dois estendais, já tenho mais na máquina da roupa e ainda tenho de lavar uns lençois e já fica tudo lavado depois vem a parte chata que é passar!Bem fica tudo não tenho roupa já maiorzita que vou aproveitar para lavar já também!!!Assim quando chegar a altura já está pronta a vestir!!!

Casa

Mais uma vez a sala está mudada agora deixou de ter amarelo para ter preto! Temos uns desenhos nas paredes e um sofá novo além de estar tudo mudado de lugar!O quarto da Francisca também já está pintado, cada parede de sua cor, mas ficou muito giro.Bem para o quarto do pai uma pintura sobre a cama, que deu muito trabalho, sim porque quando o pai abriu a lata de tinta a tampa saltou e ficou a parede , o teto, a colcha, o tapete etc. com tinta preta que ainda por cima não sai!Quer dizer na parede saiu com diluente... saiu foi o preto e a cor da parede mas sempre está melhor do que preta!!!AH e falta o cantinho do Buno que também teve direito a uma pintura e os quadros que pintamos pendurados!Resumindo quase toda a casa foi renovada! Depois ponho umas fotos...

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Curiosidades

Nos tempos das "fraldas de pele"




A vida das crianças na Antigüidade não era moleza, não. Os bebês esquimós que o digam. Para driblar o gelo e, ao mesmo tempo, conter o xixi e o cocô nas noites frias de inverno (quando os termômetros marcam –24º C), o jeito era embrulhar o bumbum da garotada com o que havia por perto. A pele de gaivota, um pássaro que dava sopa na região, logo virou material para as fraldas primitivas. Já os índios americanos, que não eram nada bobos, preferiam enrolar seu filhos em peles de coelho – uma opção bem mais quentinha.



O reizinho sujão



Luís XIII, que foi o monarca da França entre 1610 e 1643, é reconhecido por ter tornado seu reino uma das maiores potências européias, seguindo os conselhos do seu ministro-chefe, o Cardeal Richelieu. O que os livros não costumam registrar é o lado sujo de sua história, ou melhor, de sua infância. O filho de Maria de Médicis e do rei Henrique IV nasceu em 1601 em Fontainebleau, nas redondezas de Paris, numa época em que se acreditava que a água deixava o corpo amolecido, prejudicava a sabedoria e, de quebra, atrapalhava o crescimento. Ou seja, tudo o que os pais não queriam para o herdeiro da Coroa. Assim, o futuro soberano só foi autorizado a tomar um bom banho quando completou 7 anos de idade.



Pra que sapato?



No século 18, quando o Brasil ainda era uma colônia portuguesa, os bebês viviam com os dedinhos à solta. A regra era a seguinte: enquanto a criança não estivesse andando com as próprias pernas, não precisava de calçados. O vestuário infantil, naqueles tempos, também era muito simples. Camiseta e casaco de lã ou fustão, além de touca de seda branca, bastavam para compor o visual dos pequenos.



Parto à moda dos Incas



As mulheres incas, povo pré-colombiano que viveu na região dos Andes, na América do Sul, davam à luz sozinhas, sem a ajuda de parteiras ou médicos. Elas cortavam o cordão umbilical usando um pedaço de cerâmica e o guardavam, para que o bebê comesse caso ficasse doente. Depois, tomavam banho com a criança em uma corrente de água próxima, envolviam o pequeno em tiras de pano e voltavam ao trabalho como se nada tivesse acontecido. Enquanto isso, os homens ficavam de resguardo. Eles se deitavam numa rede para gemer e chorar como se estivessem sentindo as dores do parto. Assim, a comunidade inteira ficava sabendo quem era o novo pai no pedaço.



No tempo dos faraós



No Egito Antigo era comum as crianças andarem nuas até a adolescência. Pudera. A temperatura no deserto é muito alta e, às vezes, beira os 50 ºC! A cabeleira dos pequenos também era raspada – o que, convenhamos, ajudava a suportar aquele baita calorão. Os meninos e as meninas exibiam apenas um tufo, semelhante a um rabo de cavalo, que ficava preso no lado direito da cabeça. Essa madeixa era o símbolo egípcio da juventude.



No Brasil Colônia



Quando o nosso país estava sob o domínio de Portugal, ainda no século 18, a higiene pública era precária, e os costumes, bem diferentes. Os bebês, por exemplo, recebiam um banho de manteiga e substâncias oleosas assim que nasciam. Era o que ensinava a sabedoria popular para mantê-los limpinhos. Os médicos daquela época, mais precavidos, recomendavam apenas banhar o recém-nascido em água morna e sabão.



A mamadeira é um troféu



Sabe por que os caçadores antigos levavam pra casa os chifres de animais? Não era só para provar sua bravura durante as batalhas ou para ficar exibindo aos amigos. Na Idade Média, esses acessórios iam parar nas mãos dos bebês e serviam de mamadeiras primitivas. Bastava pegar um chifre, fazer um furo na ponta e encaixar ali um pedaço de tecido ou pele para a criança sugar. Depois, os pais enchiam o recipiente com água ou leite e davam ao pequeno. A higiene não era o forte da invenção, mas a meninada não reclamava.

http://www.bebe.com.br/canais/cuidados_essenciais/bebesnahistoria_2.php

terça-feira, 13 de julho de 2010

Completamente dominada...

Venho aqui só para vos deixar umas imagens não fossem vocês ter duvidas...

Digam lá que não é meiguinha...


segunda-feira, 12 de julho de 2010

Significado das cores...

Branco


Reflecte todas as cores. Representa pureza, paz de espírito, harmonia e equilíbrio.



Preto

É a junção de todas as cores. Simboliza sofisticação, segurança, eficiência. Dá uma sensação de peso e seriedade



Azul

É a cor da mente e por isso é tranquilizante. Representa o trabalho e a prosperidade.



Amarelo

Estimula o cérebro e melhora a auto-estima. Também pode provocar medo e ansiedade. Simboliza a mudança.



Verde

Tranquiliza, é a cor do equilíbrio. Simboliza a harmonia, frescura, segurança e paz.



Vermelho

Chama à atenção e produz um efeito físico: aumenta a tensão arterial. Representa o dinamismo, a força e a coragem.



Laranja

É uma cor divertida e sensual. Simboliza o conforto, o calor e a segurança.



Rosa

Acalma, é uma cor poderosa. Representa o feminino, a sensualidade, a beleza, o amor e a moralidade.



Castanho

É uma cor quente e suave. Está associado à terra e ao mundo natural. É uma cor sólida e confiável.



Cinzento

É a única cor que não possui propriedades psicológicas directas. É uma cor negativa, que simboliza o medo da exposição, a neutralidade psicol ógica, a falta de confiança, a depressão, a hiberna ção e a falta de energia.

domingo, 11 de julho de 2010

Cores...

Andamos a pintar o quarto da Francisca e futuro do bruno também, isto porquê?  Perguntam vocês, e perguntam muito bem. Por causa disto... FUI...


P.s. Andamos como quem diz, ando a pintar.......


"Anna Franklin, investigadora da Universidade de Surrey, no Reino Unido, descobriu que os bebés também têm cores favoritas. Preferem o azul, o vermelho, o roxo e o laranja, prestando muito menos atenção aos objectos que exibem cores como o castanho, o cinzento ou o preto. Depois de estudar o comportamento de mais de 250 bebés, entre os quatro e os nove meses, Anna Franklin concluiu que “algumas crianças mostram maior preferência apenas por uma cor, enquanto os outros concentram a sua atenção em várias cores ao mesmo tempo”.

Nicola Pitchford, da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, e Kathy Mullen, da Universidade McGill, no Canadá também estudam a reacção das crianças às diferentes cores. De acordo com estas investigadoras, os bebés começam a perceber as cores e a relacioná-las com o nome por volta dos três anos, sendo que aprendem mais facilmente os nomes das cores que mais gostam. Para perceber as diferenças culturais na percepção das cores, as investigadoras estudaram 24 crianças britânicas e 24 crianças chinesas, entre os três e os cinco anos. Todas mostraram uma prefer ências pelas cores mais claras e mais vivas."


http://www.diarioeconomico.com/edicion/noticia/0,2458,674880,00.html 

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Espectacular Concurso

Estão abertas inscrições para a doação de diverso material desta LISTA...
Os interessados deverão adquirir o material em epigrafe e habilitam-se a ganhar uma ganda amizade connosco, e tambem ao grande sorteio final....
Depois diremos o regulamento, mas para já é comprarem material e enviar para nós, quanto mais cedo melhor.

Não deixe para amanhã o que pode comprar hoje.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Novidades

Poís é cá estou eu com umas novidades já atrasadas mas ainda a tempo...Na quarta- feira passada por volta das 24h senti o meu rebentinho a mexer muito e claro disse ao pai ele pôs a mão na minha barriga e por incrivel que pareça ele não parou de mexer, podia-  se pôr a mão onde quisesse que se sentia sempre , melhor via- se a minha barriga aos saltos , o rapaz estava completamente acelerado, mas desde esse dia que tem andado muito mais calmo, só ontem voltou a dar um salto assim grande que até o pai deu conta mesmo sem estar com muita atenção.
Na sexta- feira fui ao médico e para começar bem ouvi um "sermão",isto com razão, pois engordei 7 kg em pouco mais de um mês.Bem falando do que realmente é importante fiz uma eco e vi o rebentinho de mão na cabeça, sempre sossegadito, muito pensativo o rapaz pois é sim o rapaz porque desta vez foi um desavergonhado e deixou ver tudo não só uma vez mas várias vezes.Ele pesa 901gr e está bem desemvolvido e isso é o mais importante!!!